É correto utilizar “o mesmo”?


Reforma Ortográfica


Por: cristiano | postado em: 19 de setembro de 2013
Categorias: Cultura tags , , , , .

“Antes de entrar no elevador, verifique se o mesmo encontra-se parado neste andar”. Lei n° 12.722 de 4/9/1998. É comum lermos construções desse tipo, em que a palavra “mesmo” é empregada de forma inadequada.

Mas por que devemos evitar esse tipo de uso? Porque “o mesmo” não serve para substituir uma palavra que foi dita anteriormente. A palavra “mesmo” não pode ser utilizada sem estar acompanhada por outro substantivo.

Palavras como mesmo, tal e próprio servem para identificar alguma coisa que já foi mencionada anteriormente, ou seja, servem para referir-se a algo ou a alguém de que já se falou, ou para distingui-lo de outro alguém ou outra coisa.

Ficou confuso?

Veja os exemplos:
“Essa é a mesma salada de ontem”

“Li O Monge e o Executivo. Agradou-me tal livro”

“Dá na mesma (coisa)”.

No primeiro caso, “mesma” evidencia tratar-se de determinada salada em oposição a outras. No segundo, “tal” indica que o livro é aquele e não outro. No terceiro, que se está falando de “certa coisa”, e não de outras.

Portanto, é incorreto dizer: “Antes de entrar no elevador, verifique se o mesmo encontra-se parado neste andar”, pois nesse caso não se está distinguindo o elevador em questão de nenhum outro. Essa construção pode ser refeita de modo mais adequado, veja: “Antes de entrar no elevador, verifique se este/ele encontra-se parado neste andar”